quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Casa ou Apê? Novo ou Usado?

Oi gente!!!

Que bom que gostaram da notícia! Confesso que pensei que achariam sem graça comparada com a de uma gravidez, rsrsrs.

E o assunto de hoje é dúvida de muitaaaaaaa gente. O que escolher, afinal? Todo mundo tem uma experiência vivida e conhece as experiências de familiares e amigos e, isso direta, ou indiretamente, acaba nos influenciando. Por isso, acredito que o melhor caminho para chegar num consenso é analisar prós e contras de todas as opções. Foi o que fizemos.
A lista de prós e contras, inevitavelmente, a gente acaba fazendo baseada nas nossas experiências. Eu morei mais da metade da minha vida em casa, com muito espaço, quintal, piscina, cachorro grande... Já o marido, foi o contrário, morou maior parte da vida em apartamento, espaço menor, descendo para brincar, cachorro pequenino... Resultado: experiências e opiniões completamente diferentes!

No nosso caso, não foi ruim, pois sabíamos "na pele" exatamente os pontos negativos e positivos de cada uma das moradias. Cada casal tem uma necessidade e confere um grau de importância para cada quesito. Para nós, os dois fatores mais importantes foram segurança, principalmente quando viajássemos, e orçamento.

Para morarmos em casa, teria que ser em condomínio fechado e, os que tem aqui em S.J.Campos são considerados de alto padrão, o que os tornou inviável, financeiramente para nós. Outra coisa que nos incomodou muito, é que as casas nesses condomínios são extremamente coladas umas às outras, daquelas em que as cortinas não são apenas decorativas, mas necessárias para garantir a privacidade. Tudo bem que a casa tem mais espaço interno e tal, mas quem quer casa, quer espaço ao ar livre também, e não ter esse espaço não faz sentido para gente (para quem tá acostumado com os terrenos de Brasília, é muito esquisito). 

Até vimos algumas opções fora de condomínios, mas quando os lotes são um pouco maiores, os proprietários constroem casas geminadas, esbarrando outra vez no quesito falta de área livre, com sol e jardim.

Além do problema de espaço, é muito difícil achar uma casa que atenda nossas necessidades sem precisarmos reformá-las ou até mesmo derrubá-las. O que é totalmente compreensível, afinal quem construiu a casa queria atender às suas necessidades. Esbarramos, assim, no quesito financeiro, pois reformar ou construir novamente, é muito mais caro, comparado com um apartamento, e leva muito mais tempo. Fazer isso pagando aluguel então, no nosso caso, se torna impossível. 

Optar por aparta(e)mento foi a decisão natural. Entre novo ou usado, não fizemos distinção, o importante era atender, além da parte financeira, nossas necessidades de bairro seguro, portaria 24 horas e que o espaço fosse razoável para ter filhos até uma idade de mais ou menos 7 anos, quando pelas nossas contas e planos, mudaríamos para um maior.

Comparando com Brasília (2° metro quadrado mais caro do país), os preços aqui são bem mais acessíveis, o que nos permitiu sonhar com metragens maiores das que poderíamos ter lá. Mas, somos recém-casados dando o primeiro passo, então o mais importante é darmos passos de acordo com nossas pernas. Estabelecemos um intervalo de valores e fomos atrás das opções.

Os apartamentos novos de hoje, são menores e mais caros que os usados, mas possuem inúmeras opções de lazer. São entregues crus, no contra-piso e muitas vezes com acabamentos de gosto e qualidade duvidosos, ou seja, necessitam de uma reforma básica para ficar do seu agrado. Os usados de mesma metragem são mais baratos, nem sempre possuem tantas opções de lazer e no quesito beleza é uma loteria: pode ser que esteja reformado como o seu gosto, ou pode ser que você queira/precise mudar algumas coisas. 

Dentro do nosso orçamento eu vi todas as opções que pude. Sem brincadeira, não sei se cheguei a 100, mas com certeza visitei mais de 50 apartamentos entre novos, semi-novos, usados, feios, bonitos, habitados, vazios, que podia servir, que não servia de jeito nenhum... Independente de ser novo ou usado, sabíamos que seria necessário uma reforma para ficar do nosso agrado, então em todas as visitas eu tentava enxergar o potencial do apartamento e qual seria o tamanho da nossa reforma.

Em outubro desse ano, vi o anúncio do apê que escolhemos e essa história merece um post só para ela. Esse aqui já está enorme.

Agora eu quero saber, como vocês escolheram o lar doce lar de vocês! Me contem!!!

Beijosssss

18 comentários:

  1. Realmente, Babi, vc falou tudo, cada casal tem seu jeito, suas particularidades... nós por exemplo só visitamos 2! Pois a gente já sabia o condomínio que queríamos, então foi bem rápido, batemos o olho e pronto, é esse! Negociamos o preço, que ficou muito bom e foi assim! De reforma só vamos pintar e colocar piso flutuante, todo o resto está do nosso agrado, até mesmo os armários! Bjocas e tô curiosa pela continuação da história!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa Lud, vocês foram bem objetivos, queria ser decidida assim! rsrsrs
      Que bom que acharam um que agradou vocês em tudo. Parabéns pela casinha!!!
      No nosso caso, a reforma terá que ser um pouquinho maior e terei que mandar fazer os armários!
      Logo, logo continuo a história!
      Beijosssss

      Excluir
  2. Oi, Barbara, td bem?
    Vim conhecer seu blog e já adorei!
    Então, nossa opção tb foi comprar um apartamento, pq queriamos que fosse em um bairro especifico e nesse bairro o valor das casas é mto alto.
    Compramos um novo por causa da planta, mas ele já veio todo acabado, faltava só os armários, ficamos mto felizes com a escolha, o imóvel é mto bem feito, o bairro ótimo, é até grande para os padrões de apto. atualmente, mas agora, 2 anos depois, te confesso que está começando a bater o arrependimento... a convivencia com os vizinhos do predio não tem sido nada fácil, pessoal que não respeita normas, não tem educação sabe? Além disso como uma área aberta, um quintal bem grande, um belo jardim tem nos feito falta!
    Estamos loucamos pra comprar uma casa, é nosso plano pros próximos 5 anos... vamos ver rs

    Depois dá uma passada lá no meu blog (bridetb.blogspot.com)

    Bjos!

    Lalah

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lalah, obrigada pela visita! Espero que volte sempre!
      Que bom que encontraram um imóvel com tantas qualidades, coisa rara viu?!
      Condomínio é algo complicado mesmo, muitas pessoas com costumes e educações diferentes (muitas vezes, sem educação!), mas pensem que vocês estão construindo o patrimônio de vocês e que esse apê servirá para tornar o sonho da casa com quintal uma realidade, seja vendendo ou alugando.
      Nós também temos a ideia do próximo imóvel ser uma casinha, mas como a prioridade agora é curtir um ao outro, viajar muito, o apartamento dá menos trabalho e ficamos tranquilos. Basta trancar e ir!
      Vou te visitar, sim!
      beijossssss

      Excluir
  3. A minha opção foi por casa mesmo!!Procuramos um pouco e achamos nossa casinha!!De pouquinho em pouquinho estamos deixando ela com nossa cara!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom Lorraine! Com o tempo o lar vai ganhando nossa cara, né?
      Beijossss

      Excluir
  4. Lendo seu blog acho que somos bem parecidas nos objetivos. Durante o periodo de prepração pro casamento conseguimos juntar um pouco de dinheiro pra comprar a sonhada casa, mas avaliamos melhor e decidimos morar esse primeiro ano de aluguel e planejar melhor a compra da casa, já que é um financiamento logo. Pretendemos comprar o ano que vem, mais ou menos quando estaremos com 1 ano de casados. Falando em filhos somos meio parecidas, só pretendo ter daqui uns 4 ou 5 anos, quando falo isso as pessoas arregalam o olho, mas temos algumas metas a serem seguidas antes de dar um passo importante como esse.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É Thai, eu acho que tudo tem seu tempo mesmo. Não nos arrependemos de ter esperado esse 1 ano. Foi fundamental para sabermos como seria nossa vida, principalmente financeiramente. É nesse primeiro ano que temos noção real dos gastos e da nossa capacidade de pagamentos.
      Eu sou a favor de cada passo de cada vez, nada de colocar a carroça na frente dos bois. Acho que você está certinha, tanto em relação à casa quanto aos filhos.
      Beijosssss

      Excluir
  5. Eu morava em um terreno de 2500 m² no Park Way e hoje moro em um apartamento em Águas Claras. Eu amoooo o Park Way, mas sempre me imaginei morando em apartamento após casar, já que priorizo segurança e nunca me interessei por ter uma casa grande (gosto de cuidar da casa, sem precisar de faxineira).
    Na expectativa para ler o próximo post!
    bjooo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu morava nos condomínios do Grande Colorado, quintal enorme, casa bem grande, sem muro... Quando meus pais e irmãs mudaram para o RJ, ficamos eu e meu irmão nessa casona! Como nossos horários não batiam, parecia que eu morava sozinha e ele também! rsrsrs
      Com o Pedro, estou me acostumando com o apartamento e as facilidades já me conquistaram! Mas não descartamos a ideia de ter uma casa quando os filhos estiverem maiores!
      Beijossss

      Excluir
  6. Babi aqui onde moro é raro achar apê por preço acessível pq a cidade ainda é pequena.
    Então eu comprei terreno e construímos a csa do jeito que queríamos, na verdade como o $$ é curto ainda estamos terminando.
    Esse ano fizemos a sala e a garagem, embora na sala ainda falte a porta e o blindex que vai ficar para 2013.
    E falta terminar nosso quarto, e pintar!!

    Tem que ter paciÊncia pq construção é tudo muito caro, então minha casa não é decorada, não tenho a mesa de jantar dos meus sonhos...mas colocamos uma meta de terminar tudinho até 2014, e se Deus quiser vamos conseguir!!!

    E antes que me esqueça, parabéns pela conquista!!
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Suzy, engraçado como cada cidade tem uma característica, né?! Aqui as opções de apê são inúmeras.
      Estamos nos preparando para a reforma, mas já sabemos que decoração mesmo, só bem depois. O mais importante é a parte estrutural ficar pronta e do nosso jeito, porque não tem essa de depois eu troco isso ou aquilo (fazer bem feito e fazer uma vez só). Aos poucos, conscientes, vamos enfeitando ele e deixando bonita!
      beijossss

      Excluir
  7. Oi Barbara, tudo bem?

    Nós escolhemos morar em apartamento mesmo... Além do fato de que as casas em lugares melhores aqui em Brasília serem bem caras, eu prefiro apartamento pela segurança. Se for viajar é só trancar e pronto! Simples e prático!
    Além disso as opções de lazer em um condomínio são ótimas. Você pode até morar em um apê pequeno, mas na maioria dos locais, terá direito a piscina, churrasqueira, entre outros benefícios de comprar um apartamento com área de lazer!

    Beijokas
    =***

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Iara, nosso pensamento em relação ao apartamento foi exatamente esse!
      Estamos na fase de curtir, viajar.
      Exatamente, a maioria hoje já conta com no mínimo uma piscina e churrasqueira.
      Mas aqui, podemos nos dar ao luxo, se quisermos, de ir para a praia todo final de semana!
      Beijosssss

      Excluir
  8. Nós também escolhemos apartamento por dois motivos: preço mais acessível e segurança. É muito mais prático para recém-casados, tanto pelo dia a dia quanto pela comodidade de poder trancar a porta e viajar. Mas faz parte dos nossos planos ter uma casa futuramente, quando vierem os filhos. Ainda não compramos, vamos começar nossa saga no início do ano, acho que vou ser como vc, vou querer conhecer uns 100. hahaha Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai Kelly, eu sou daquelas pessoas que precisam ver todas as opções possíveis para escolher a que mais me agrada! hahaha
      A praticidade do apartamento nos ganhou, mas pensamos em construir quando os filhos estiverem um pouco maiores.
      Beijossss

      Excluir
  9. Oi Babi, é muito engraçado como cada casal coloca suas prioridades de maneiras diferentes. Meu marido e eu éramos noivos e só marcamos a data do casamento depois de comprar nossa casa. Passamos um ano e meio reformando a casa e planejando/pagando o casamento. Nem chegamos a olhar apartamento, nós dois sempre moramos em casa, queríamos quintal, garagem grande e nossa opinião sobre apartamento não era das melhores (já que não tivemos a experiência). Nossa preocupação com segurança, no entanto, não é pequena e nós colocamos alarme na casa toda, fizemos seguro e rezamos para que nada nos aconteça, rsrsrs..
    O fato é que cada casal funciona de um jeito diferente e é ótimo ir conhecendo um ao outro e deixar a casa com cara de lar.
    Ansiosa pelos próximos posts..
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade Carine, cada casal tem um jeito de planejar seus passos.
      Eu acho casa uma delícia, mas a questão da segurança é fundamental. Você tem que se sentir protegida no seu lar!
      Eu estou doida para começar a reforma, mais doida ainda para ela terminar e começar a decorar! hehehehe
      Por enquanto estamos sonhando juntos e desenhando nossos cantinhos!
      Beijossss

      Excluir

Obrigada por deixar um recadinho e fazer essa blogueira feliz!