segunda-feira, 25 de março de 2013

Sem Surpresas: taxas importantes na compra do imóvel

Oieeeee!

Como foram de final de semana? Eu comemorei o meu aniversário e tive aula da pós! Aliás, todos os meus sábados, até o meio de 2014, estão comprometidos com aulas. Ainda bem que está cheio de feriado no sábado esse ano! Rsrsrs

Hoje vamos falar de números! Números que podem nos pegar de surpresa, se não tivermos cuidado e sermos (não gostei dessa palavra!) precavidos.
Lembrando que estou comprando um imóvel pronto, portanto vou falar só sobre as taxas que todo mundo precisa pagar quando o imóvel já está entregue pela construtora. Não vou saber explicar sobre o processo de pagamento durante as obras e as taxas que incidem, como o INCC.

ITBI (Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis):

Esse imposto pertence aos municípios, tendo legislação própria em cada um deles. Não diferem muito, uns dos outros, mas pesquise o seu caso no site da prefeitura do seu município. Vou usar aqui o exemplo de São José dos Campos - SP.

Esse imposto incide no valor total da transição de compra e venda. Caso esse valor seja abaixo do valor venal atualizado do imóvel, vale o valor venal (aquele que consta na escritura) como base da cálculo. Aqui, o ITBI custa 2% do valor de venda do imóvel. Quando uma parte desse valor é financiado pelo SFH (Sistema Financeiro de Habitação), o imposto é calculado em duas partes: 2% sobre o valor da entrada e 0,5% sobre o valor financiado. 

Lembrando que cada banco exige uma entrada mínima, ou seja ele só financia uma parte do valor. No caso da Caixa, ela financia até 90% do imóvel, ou seja, você precisa dar uma entrada de, no mínimo, 10% do valor do imóvel.

Exemplo: Imóvel que custa R$190.000,00.
Se pagar à vista o imóvel, o ITBI será 2% de 190.000 = R$3.800,00.

Financiamento:
Entrada: R$ 20.000,00  Financiado: R$ 170.000,00
ITBI = (2% de 20.000) + (0,5% de 170.000) = 400 + 850 = R$ 1.250,00.

Taxa Cartório: Taxas de Transferência, Escritura e Registro do Imóvel.

Aqui vale uma atenção especial para quem está comprando seu primeiro imóvel e está utilizando o Sistema Financeiro de Habitação, caso da maioria de nós. 

O artigo 290 da lei nº 6.015 de 1973, garante a nós 50% de desconto nas taxas de cartório: “Os emolumentos devidos pelos atos relacionados com a primeira aquisição imobiliária para fins residenciais, financiada pelo Sistema Financeiro da Habitação (SFH), serão reduzidos em 50%”.

Sei que o contrato de financiamento da Caixa vale como Escritura, portanto só vou descobrir exatamente o valor de cada taxa, no dia da assinatura do contrato. Usando a tabela de custos do Estado de São Paulo, temos um cálculo aproximado de R$3.400,00 com todas essas taxas. Com os 50% de desconto, pagaremos aproximadamente, R$ 1.700,00.

Taxas Bancárias para o Financiamento:

Essa taxa é a mais obscura para mim. Procurei até cansar sobre ela, mas não encontrei nada que sanasse completamente minhas dúvidas. Também só vou entendê-la no dia da assinatura do contrato, mas prometo que explico melhor assim que souber. Se alguém, por acaso, já souber, pode deixar nos comentários para nos ajudar.

A facilitadora falou que esse valor gira em torno de 1% do valor financiado, sempre para menos. Desconta-se desse valor os R$310,00 que pagamos para a vistoria do engenheiro. Vamos reservar o 1% (R$ 1.700,00) e, se for menos será lucro.

Assim, chegamos à soma de quase 5 mil reais (R$4.650,00). Vamos reservar esses 5 mil, para não termos surpresas. 

As pessoas do ramo imobiliário aconselham reservar 4% do valor de compra do imóvel para essas despesas. Esse valor dá conta dos impostos, das taxas bancárias e das taxas cartoriais sem os 50% de desconto do primeiro imóvel. Se fizerem as contas, verão que os valores ficam próximo disso mesmo, portanto essa é uma base sensata de cálculo, pois você estará precavida. Se os valores ficarem abaixo, ótimo.

Espero que tenha ajudado um pouco vocês. Independente do seu estado e valores das taxas, é importante se precaver e juntar essa reserva, pois muitos são pegos de surpresa. E se for seu primeiro imóvel e está financiando, cobre seus direitos, pois a maioria dos cartórios não informam, só dão o desconto se o cliente exigir.

Beijossssss

20 comentários:

  1. Oi Babi... estas taxas são pedras no sapato, né? Tem mesmo que ficar ligado para não ser pego de surpresa, ótimo post.

    Valeu a força querida... com certeza, tudo isso é pequeno perto da possibilidade de logo ter meu positivo :)

    bjo,
    www.mamaezistica.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É Jana, pegam de surpresa mesmo!
      Logo seu positivo tá pintando, para nossa alegria!
      Beijossss

      Excluir
  2. Excelente post eu e meu namorado tamo começando a pessar nesses assuntos vai ajudar :*

    http://cherrybombsstore.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se programem direitinho para não terem dor de cabeça!
      beijossss

      Excluir
  3. Olha, eu corro dessa palavrinha...pagamos tantas taxas quando compramos nosso apê que cheguei a ficar sufocada! Mas o nosso foi na planta.
    O bom é que depois que passa essa fase, restam só as parcelas do financiamento.

    Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As taxas para quem compra na planta é dureza mesmo, Val!
      Por isso importante se programar, para não ter dor de cabeça!
      Beijossss

      Excluir
  4. Oi Babi,
    Parabéns pelo seu aniversário! Muitas felicidades.
    Sobre as taxas, é um absurdo o tanto de coisas que se paga a mais...
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, querida!
      É de arrepiar esses valores, né?!
      Beijossss

      Excluir
  5. POis é...muita gente nao se atenta a estes custos né! Nesse ape deixamos mais de 15.000,00 em taxas. Adorei seu post assim o povo fica sabendo dos gastos na hora das chaves né!
    Bjaum

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, Sessa! Se descuidar, pode tomar um susto enorme lá na frente.
      Quando a gente vê, vai um dinheirão mesmo!
      Beijosssss

      Excluir
  6. Fico admirada, vc pensa em todos os detalhes!
    Quem está comprando um apto deve estar adorando as dicas! E eu não tenho dúvidas de que, se um dia eu comprar um novo apto, vou recorrer novamente ao seu blog!
    bjooo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai Tha! Só compartilhando experiências! Poucos falam sobre isso, então levamos um susto na hora do vamos ver. Por isso, se posso prevenir leitoras, devo fazê-lo!
      Te ajudo no que precisar!
      Deu certo o niver do marido?!
      Beijossss

      Excluir
  7. Nossa Babi, tô sempre aprendendo coisas novas contigo... Estamos parcelando direto com o construtor com um contrato particular... Então não sabia muito disso!!
    Ótimo aprender coisas novas!
    Bjaooo

    ResponderExcluir
  8. Nós também guardamos o dinheiro dessas taxas, pois já sabíamos, mas como vc falou, muita gente é pega desprevenida! Já estamos no nosso apê e está praticamente tudo pronto... mas ainda assim adoro ver suas inspirações!
    Beijocas
    Lud

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ludddd! de volta à internet! Que bom!
      Estou doida para ver as fotos do seu cantinho! Deve estar tão lindo...
      Beijossss

      Excluir
  9. Olá.
    Conheci o blog hoje, ainda estou espiando os posts aos poucos, mas gostei bastante dessas considerações.
    Moro no RS. Meu namorado e eu compramos um apartamento, já está pronto. O prédio é novinho, ainda não tem muitos moradores. Nosso processo de assinatura do financiamento também está rolando, ainda não assinamos, mas a previsão é para a metade desse mês (abril).
    O pessoal da Imobiliária já adiantou que esses custos com as taxas devem ficar em torno de 4, 5 mil reais. É muito dinheiro para quem está fazendo tudo aos pouquinhos... e no sufoco, mas... vamos lá!!
    Obrigada pelas dicas!

    ResponderExcluir
  10. Babi, quantas preparações para o novo apê!!! É tudo muito bom!
    Sobre as taxas, nemm preciso falar o quanto são caras!! Só de itbi pagamos quase 10 mil.
    E esse desconto de 50% nas taxas eu tentei, nas no cartório dizia que só valia para imóvel pago a vista. Se fosse financiado não tinha o desconto, tive de pagar tudo.
    Boa sorte!!!

    Bjosss

    ResponderExcluir
  11. Oi. Poderia me dizer quanto e de que foram as taxas bancárias? Bjos

    ResponderExcluir
  12. A despesa com vistoria de engenharia a ser paga pelo comprador no caso de financiamento pela CEF é de R$ 750,00.
    Essa informação consta na "Tarifa de Serviços Pessoa Física" na 5ª coluna - Tabela HABITAÇÃO, página 20, e se apresenta da seguinte forma: "R$ 750,00 na Entrega da documentação"
    http://www.caixa.gov.br/Downloads/tabelas-tarifas-pessoa-fisica-pessoa-juridica/Tabela_de_Tarifas_PF.pdf

    ResponderExcluir
  13. Que artigo incrível cara! Obrigado pela enchurrada de conteúdo bacana!

    ResponderExcluir

Obrigada por deixar um recadinho e fazer essa blogueira feliz!