segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Novidade no Apê: Ar Condicionado Portátil - Primeira Impressão

Oláááá!!!

Fiquei feliz que gostaram da dica do post passado. Para quem achou grande, ela desmonta tá, gente?! Eu que preferi deixar montada, porque encaixou direitinho no cantinho do closet.

Mas vamos ao assunto de hoje! Eu sei que falei que não teríamos mais nenhum novidade tão $$$ por aqui tão cedo, mas o calor está insuportável, o ventilador, por mais potente que seja, não está dando conta, porque o ar está quente e, marido, que é calorento demais, e transpira muito, estava sofrendo bastante. Estava difícil dormir e isso tem se refletido nas atividades diárias. Nesse caso, temos que pensar um pouco no nosso conforto e fomos atrás de uma solução.

Como o nosso apê é estrutural, não podemos sair furando as paredes e, ainda temos o plus, que ele é de 1999, o que significa que o prédio não tem uma instalação elétrica que aguente todos os apês com ar condicionado, de janela ou split, ainda mais que nem sempre se coloca só um por apê. Consequentemente, é regra do condomínio a proibição da instalação de aparelhos ar condicionado. Paciência gente! Nem tudo é perfeito! rsrsrs

Nesse caso, só nos restava uma única solução: ar condicionado portátil. Confesso que, relutei muito, por dois grandes motivos: o valor, que é bem mais caro que o split, e o fato de ser um trambolho e ter uma mangueira bem trambolhuda também. Além disso, eu não entendia direito como ele funcionava, e se gelava mesmo, o que fazia com aquela mangueira, enfim, uma série de dúvidas por desconhecimento mesmo!

Até que, eu comecei a ver que ele estava se tornando frequente na casa de pessoas que sofriam do mesmo mal: apartamento estrutural! Conversando com elas (tem um grupo no face que ajuda muito), fui tomando coragem e comecei a cogitar essa ideia, mas o valor me assustava ainda. Até que marido foi para o hospital, acho que o calor contribuiu para isso, e lá, dormindo no ar condicionado, percebi que ele dormiu bem melhor e nem roncou tanto. Decidimos nos apertar e encarar essa!

Fui atrás de algumas marcas (Midea, Springer e DeLonghi) e preços, baseada nas indicações que recebi, e achei uma promoção do Springer Nova. Eu tinha visto ele na faixa de 2 mil e comprei por R$1.699,00 em 10x sem juros no site Refri Rede. Caro, eu sei, mas a gente faz tanto gasto besta, que dá para cortar alguma coisa e pagar uma prestação de R$170, para algo que vale nosso conforto. A entrega foi em 1 semana e deu tudo certo.


Ar condicionado portátil Singer Nova 12000 Btus

O funcionamento dele é bem simples. O compressor suga o ar do ambiente que, dentro do aparelho sofre uma condensação, esfriando. Ele libera o ar frio para o ambiente, armazena a água condensada (que deverá ser retirada - drenada - de vez em quando) e, libera o ar quente pela mangueirona. Esse modelo de ar, tem uma luz, que se acende no painel, para avisar quando o reservatório de água está cheio e precisa ser esvaziado.

Ele esfria até 17°C, e esfria muito bem, me permitindo dormir coberta. Vem com controle remoto e tem várias funções que ainda não usamos. Queria vir contar logo para vocês. Sei que tem timer, então, dá para programar por quanto tempo você quer que fique ligado.

Como sei que tem muita gente com dúvidas sobre a instalação dele, vou tentar explicar como foi que fizemos quando ele chegou. Ele é pesado, cerca de 35 kg, mas tem rodízios para ser empurrado com facilidade.

Fora da caixa e teste rápido na sala mesmo, para ver se estava tudo OK
1. Nesse buraco grande é que encaixa a mangueirona e, do lado dele, tem uma espécie de torneirinha preta, para fazer o dreno da água que fica acumulada lá dentro. Vem uma mangueirinha para fazer esse dreno sem derramar tudo ou ter que levantar o ar.

 2. Encaixa a mangueirona no buraco. Ela é sanfonada, portanto, podemos esticar e encolher, à vontade.

3. Uma das minhas maiores dúvidas era quanto ao encaixe da mangueira na janela. Junto com o ar vem 2 réguas, que juntas se encaixam na janela.


4. Para encaixá-las, basta deslizar a que não tem buraco atrás da que tem o buraco, e usar o pino para regular a altura necessária. Juntas, elas ficam com até 1,20 m. Quem quiser encaixar na porta da varanda, me disseram que na assistência da marca vende mais réguas extensoras, para atingir a altura necessária.

5. Encaixada na janela. Só posicionar na extremidade e fechar a janela. Ela segura a régua.

6. Observe que o buraco na régua é oval. Junto com o ar, vem um adaptador que encaixa na mangueira e, por fim, encaixa na régua.



Esse post é só a nossa primeira impressão. Quero fazer um outro daqui um mês, contando nossas experiências, como nos adaptamos em cada ambiente de uso, as funções que mais gostamos e, o valor da conta de energia. Pelo o que me contaram, seria um aumento médio de 20 reais, vamos ver!

Espero que tenha ajudado com as dúvidas mais básicas!
Beijos

terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Comprei e Aprovei: Passadeira à Vapor! (Papo Dona de Casa)

Oláááá!!!

Na semana retrasada, resolvemos aproveitar uma promoção no Sams Club de uma passadeira à vapor (muitas conhecem como steamer). Já trabalhei em algumas lojas de roupas e adorava o fato da roupa ficar pronta para a arara rapidinho e, com a vantagem de não queimar, já que é só vapor.

O problema é que, para lojas, usa-se aqueles profissionais caríssimos e super potentes, ou seja, ficava com medo de arriscar em um mais baratinho e não ser a mesma maravilha, aí acabava protelando. E assim foi, venho namorando esses do Sams há um mês, até que semana retrasada, resolvi arriscar e levar para casa.

Primeiro teste que fiz foi com uma camisa social do marido, mas o resultado eu já sabia: não ia ficar muito bom e, ficou, digamos assim, aceitável, sem amassados, mas não perfeitamente passada, como o ferro. Mas eu já sabia, porque trabalhei em uma loja de roupa masculina social e, lá tinha uma passadeira exclusiva com ferro mesmo!!! Para roupa social, o ferro ainda é a melhor solução!!!

Testei com minhas blusas de tecido que amassam só de olhar, sabem?! E deu super certo! Embolei muito as duas blusas e fui fazer o teste.





 Teste com camiseta do marido!

Como dá para ver, funcionou super bem! Fiquei muito feliz com minha aquisição e vai ser uma mão na roda, para aquelas horas que a gente precisa se arrumar rapidinho e a roupa precisa ser passada. Quanto às camisas sociais do marido, essas minha faxineira/passadeira dá conta do recado! rsrsrs

Ela não é um trambolho, muito pelo contrário, achei pequena e consegui deixar num cantinho do closet, bem na entrada, não atrapalhando em nada! 
Paguei R$ 179,90 e acho que valeu. Não sei se possuem mais baratas no mercado, pois como disse lá em cima, foi uma compra meio que impulsiva, não pesquisei antes, mas estou bem satisfeita.

Não passo lençol aqui em casa, então, estou doida para testar nele. Quando for trocar o lençol, vou colocar na cama e passar para ver se dá certo! Volto para contar!

Espero que tenham gostado da dica!
Beijosss

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Inspiração Decoração: Verde na cabeceira!


Olááá!!!
Semana passada não teve post, pois marido foi internado de emergência, por conta de uma crise alérgica desconhecida! Ele só saiu do hospital no final da quarta, aí, resolvi dedicar o resto da semana a ele e à casa.

Mas vim pedir opinião de vocês! Estou doida para colocar uma cor na parede da cabeceira do meu quarto. E, ando apaixonada por tons de verdes mais fechados, meio amarronzados, sabe?! Fui buscar inspirações na net e quero saber a opinião de vocês!

Minha cabeceira parece muito com essa da imagem abaixo. Ela ocupa toda a extensão da parede, então a parte a ser pintada seria a metade de cima da parede. Amo essa imagem, ela está salva há um bom tempo na minha pastinha! Acho que é dela que vem essa minha fixação pelo tom esverdeado fechado.

Quero um tom que contraste bem, como esse, já que o quarto é todo branquinho! Talvez, um pouquinho mais claro...

E penso em colocar uns quadros com moldura branca, como esse!

Outras três imagens que tem os tons de verde do jeito que gosto:

Esse tem o tom bem parecido com a primeira imagem
Um pouco mais claro...
Um pouco mais escuro...
E aí, o que acham? 
Alguma sugestão de tinta? Nunca vi ao vivo essas cores...

Boa Semana!
Beijossss

sábado, 8 de fevereiro de 2014

Semana "Dividindo o Quarto": Quartos para irmãos

Oláááá!!!

Continuando nossa semana especial, chegou a hora de vermos os quartos para crianças. Eu pretendo deixar os meus futuros babys dividirem o quarto até uns 10 anos, principalmente, se forem um casal.

Quando a gente pensa em colocar duas crianças no mesmo quarto, a solução mais comum é usar beliches. Hoje em dia, existem várias opções bacanas, mais funcionais e até lúdicas.

Eu já vi várias opções lindas, mas confesso, que ainda não sei se faria essa escolha com crianças tão novas. Eu quero que meus filhos aprendam a responsabilidade de arrumar a cama logo cedo, então acho que, aquele que ficar em cima, terá uma certa dificuldade nessa tarefa. Portanto, já penso em outra solução, sem tirar o espaço central do quarto para eles brincarem.



Gosto muito da disposição das camas paralelas, mas perde-se espaço para brincar...

Aqui, as disposições de cama que penso! Colocar as duas numa mesma parede ou em "L" (prefiro), assim mantenho todo o centro do quarto livre. Aí, colocaria uma baú, no pé da cama de cada um, para brinquedos ou, poderia pensar em camas um pouco mais altas, com gavetões embaixo.

E assim terminamos essa semana especial!!!
Espero que tenham gostado e clareado as ideias de alguém!

Beijossss