terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Meu Enxoval de Gravidez: Preparação/Produtos para Amamentação

Oláááá!

A amamentação é a parte mais complicada para se preparar na gravidez, porque é algo que nunca sabemos como vai ser, até chegar a hora. Todo mundo deseja que seja tranquilo e fácil, mas sabemos que não é bem assim... Pode doer, empedrar, os bicos racharem/sangrarem, o bebê pode não ter a pega correta... 

Uma boa parte (para não dizer a maioria) das mães, tem algum grau de dificuldade nesse quesito e, seria muita ingenuidade minha ficar pensando que passarei incólume por ela. Pode até ser que sim, mas não sou dessas que deixa quieto e espera para ver, prefiro me preparar para o pior, porque se não for, estou no lucro.

Assim, alguns itens do enxoval foram comprados pensando nesse processo e, só vou saber se valeu a pena comprar ou não, quando chegar a minha hora!

Bomba de Leite: 

Eu li muito sobre esse item e vi que, quem usava gostava muito, pelo alívio, não só de esvaziar o seio, como ajudava no desempedramento e, era uma forma de dar leite materno se, não pudesse por algum motivo, amamentar diretamente. Vi, também, que as versões manuais eram muito criticadas pela dificuldade do manuseio e, que as elétricas eram bem elogiadas pela praticidade e rapidez.

Pesquisei os preços por aqui e, vi que a diferença é absurda, então optei por incluir na minha lista de enxoval. A escolhida foi a bomba elétrica Swing (de uma bomba só) da marca Medela, pois era a mais indicada nas pesquisas que fiz. Depois, descobri que a marca é mundialmente reconhecida, por ser especialista em produtos para amamentação, inclusive para a área médica.

Embora exista a versão de 2 bombas, para extração simultânea dos 2 seios, achei a de uma bomba só o suficiente, pois pode ser que use pouco (o que confesso, acho difícil). Meu principal objetivo é armazenar leite para emergências e saídas rápidas de casa, sem a Analu e, quem sabe, se for eu for uma fonte generosa de leite, extrair para doar! Ficarei muito feliz, se conseguir!

O que ela promete:
  • Eficaz: extraia mais leite em menos tempo, graças à tecnologia 2-Phase Expression: baseada no ritmo natural de sucção dos bebês, que intercalam movimentos curtos e movimentos mais longos e intensos, garantindo desta forma uma ejecção de leite ideal. 
  • A descida do leite é mais rápida e, a máxima ejeção reduz, significativamente, o tempo da extração. Assim sendo pode extrair mais leite em menos tempo – e de forma mais confortável.
  • Confortável: vários níveis e regulações de vácuo
  • Fácil de usar: Fácil de montar, utilizar e limpar 
  • Prático: design compacto e silencioso, ideal para uma extração de leite discreta
Foi o item de maior investimento no quesito amamentação, mas o preço que é vendida no Brasil é surreal. Comprei ainda, os sacos e alguns potes para congelar o leite, todos acoplam diretamente na bomba.

Conchas Formadoras de Mamilos e Coletoras de Leite:

Eu tenho mamilos pseudoinvertidos, ou seja, apesar de serem voltados para dentro dos seios, eles se projetam para fora quando estimulados. Isso quer dizer que, a amamentação, no meu caso, é uma caixinha de surpresa, pois a pega do bebê pode ser ok, ou um pouco mais dificultosa.

Para tentar driblar essa possível dificuldade, fiz questão de comprar as conchas formadoras de mamilos, que estimulam a projeção do bico para fora.
Deve-se iniciar o uso, ainda na gestação, por algumas horas todos os dias, mas não pode dormir com elas. Algumas marcas recomendam iniciar o uso a partir do 6º mês, mas a minha médica pediu para eu esperar um pouco mais o final da gestação, pois o estímulo pode aumentar a liberação da ocitocina que, por sua vez, pode levar a um trabalho de parto precoce. Acredito que, na próxima consulta (início de março) ela já me libere.
Escolhi a da marca Medela, por ela ser 2 em 1, ou seja, quando já estiver amamentando, é só trocar a base com orifício pequeno, por outra com orifício maior, virando um coletor de leite e protetor de mamilo. 
Na caixa vem como a imagem abaixo. A tampa, com esses furinhos para ventilação (que devem sempre ser posicionados para cima), e 2 bases, uma com orifício menor, que estimulará a projeção do mamilo para fora e, a outra com orifício maior, que fará as vezes de coletor de leite e proteção do mamilo, quando estiver fissurado (rachado).
Pomada de Lanolina Lansinoh:

Essa eu escolhi pela marca mesmo, além das várias indicações que recebi, de que ela realmente cumpre o que promete. Sua composição é 100% lanolina, sem nenhum aditivo ou conservante, torando-a realmente inofensiva para o bebê, dispensando a necessidade de remover o produto para a amamentação. 


A marca recomenda iniciar o uso ainda na gestação, a partir do sétimo mês, para hidratar e preparar a pele. Essa semana, já passou a fazer parte da minha rotina diária de cuidados.

Terapia 3 em 1 para Seios - TheraPearl Lansinoh:

Esse produto eu não conhecia, mas depois lendo as resenhas americanas, me pareceu ser uma ajuda e tanto... São compressas atóxicas e reutilizáveis, com design que encaixa perfeitamente nos seios (fornecendo alívio 360°) e, nas bombas de leite. 

Podem ser utilizadas quentes, mornas ou frias, dependendo do objetivo a ser tratado, por isso chamada 3 em 1.

  • Compressa fria para aliviar o ingurgitamento do mamilo (quando ele fica tão inchado que fica plano), o inchaço do seio e a dor. Tem que deixar no congelador por, pelo menos, duas horas.

  • Compressa quente para aliviar mastites e dutos obstruídos: É só esquentar no micro-ondas por 15 segundos.

  • Compressas mornas/quentes, utilizadas junto com a bomba tira-leite, reduzem o tempo de extração, auxiliando na descida do leite.

Eu sou super a favor de compressas para várias situações. É uma forma natural de aliviar sintomas que, na maioria das vezes, ajuda e muito, não é verdade?! Então, por que seria diferente na amamentação?! Se eu puder solucionar eventuais problemas nos seios "apenas" com compressas, já valeu!!!

Como falei lá em cima, não sei o que de fato vou usar ou vai funcionar, mas preferi me precaver! Infelizmente, não conseguimos prever como vai ser a nossa amamentação. Então, nos resta informar, sermos realistas de que pode ser dificultosa no começo e, nos preparar da melhor forma possível.

Já me informei sobre o banco de leite aqui de Jundiaí, pois é lá, aonde terei todo o apoio e ajuda em qualquer dificuldade que eu venha ter!

Ufa! Post grande, mas feito com todo carinho do mundo!
Beijosssss

5 comentários:

  1. Mais uma vez leio e descubro novos produtos dessa fase mãe! É tanta coisa que às vezes fico desesperada $! Rs.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. As conchas me salvaram... Agora... pra ordenhar não me sobra tempo! Só ordenhei o colostro pq a bebê não pegava o peito, e eu quis evitar o máximo o leite artificial.

    ResponderExcluir
  3. Amamentar foi muito difícil para mim durante um mês e meio e alguns desses produtos ajudaram imenso, principalmente as conchas coletoras de leite que permitiram que os mamilos que estavam muito feridos, não tocassem na roupa enquanto não saravam. Também usei muito creme de lanolina e bomba extratora.
    Passado o tempo mais doloroso, amamentar acabou por ser uma experiência maravilhosa, tanto que fiquei bem triste quando a minha filha deixou de querer mamar, com 18 meses.
    Deixo aqui a minha história (no início difícil mas depois muito feliz) sobre a amamentação: http://www.vinilepurpurina.com/2015/10/07/amamentar-e-uma-coisa-esquisita-ou-esta-conversa-e-sobre-mamas/

    ResponderExcluir
  4. Tá certinha! Eu descobri tudo isso depois porque não li antes e tive que aprender na marra

    ResponderExcluir
  5. Tá certinha! Eu descobri tudo isso depois porque não li antes e tive que aprender na marra

    ResponderExcluir

Obrigada por deixar um recadinho e fazer essa blogueira feliz!