segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Como Cuidamos das Cólicas da Analu

Oláááá!!!

Analu começou com os sintomas de cólicas ainda na maternidade, por conta da fórmula. Mas, antes de 15 dias de vida, os médicos classificam os sintomas apenas como gases. Para nós, pais, gases ou cólicas, não interessa o nome e sim, como minimizar os sintomas e aliviar as dores dos nossos babies.

As cólicas aparecem por conta da imaturidade do sistema gastrointestinal do bebê, algumas mais leves outras mais intensas, tem como "horário predileto" o final do dia/início da noite e, duram, em média, 1h. Elas surgem por volta dos 15 dias de vida e, desaparecem, magicamente, no 3º mês.

Crendices populares associam o aparecimento das cólicas a alimentação da mãe, por alguns tipos de alimentos, como leite de vaca e chocolate. O certo é que, não há nenhum alimento comprovado cientificamente como causador da cólica. Mas, alguns bebês, podem sim "sentir" uma pouco mais de dor, por conta de um tempero ou alimento. Nesse caso, se a mãe perceber isso, recomenda-se evitar a ingestão do mesmo até o bebê completar os 3 meses.

No caso da Analu, não percebi nenhum aumento ou piora de cólica por conta de algum alimento. Mantive minha alimentação normal, tomo leite de vaca todos os dias e como chocolate sempre que dá vontade. Não diminui, nem restringi temperos. A única diferença significativa foi a minha ingestão de água. Passei a beber muito mais, por conta da amamentação.

Antes da segunda consulta com a pediatra, nós cuidávamos das cólicas de forma progressiva. Nos episódios de reclamação sem choro, fazemos a ginástica com as perninhas, intercalando movimentos de bicicletinha, imitando pedaladas e, flexões até a barriga. Em seguida, embrulhávamos ela bem quentinha, colocávamos de bruços sobre um de nós e, ninava. Sling ajudava muito, nesses casos mais leves. Quando ela começava a chorar, acrescentávamos a bolsa com gel térmico na barriga. Na maioria das vezes, parávamos aí. Ela toda embrulhada e a bolsa na barriga, já acalmava e fazia efeito. 
Olha ela dormindo com a bolsa de gel térmico...
Nos casos de choros desesperados, dávamos o Colic Calm, um fitoterápico com propriedades calmantes para o sistema intestinal, muito famoso, que trouxemos dos EUA. Em casos raros, quando nenhuma das medidas faziam efeito, apelávamos para o banho quente. Aí, ou era de ofurô ou, era comigo! rsrs Uma única vez, precisei entrar no banho com ela com a finalidade de acalmá-la. Foram 30 minutos, amamentando e molhando ela com o chuveirinho.

Na segunda consulta com a pediatra, ela receitou o Colikids, um composto de lactobacilos que ajudam a fermentar o leite materno, auxiliando na digestão do mesmo e, aliviando os sintomas das cólicas. Posso dizer que, as 5 gotas diárias dele fizeram milagre aqui em casa. Tanto os episódios de cólicas, quanto a intensidade das mesmas diminuíram drasticamente. Analu parou de chorar, passou a só reclamar e, percebíamos que era cólica, porque se contorcia um pouco.
Muitas vezes, a bolsinha com o gel térmico bastava. Aliás, ela foi a melhor amiga da Lulu até as cólicas cessarem. Dormia todas as noites com ela na barriguinha. A nossa comprei na Alô Bebê, mas o saco de gel rompeu e precisei comprar um novo na farmácia. Fica a dica: nas farmácias vendem baratinho esse gel térmico e, se não tiver uma bolsinha para colocar, basta enrolar numa fralda de pano. Recomendo a de gel, por esquentar no micro-ondas e durar mais tempo quente que a de água. 1 minuto de micro-ondas e, eu só ia esquentar de novo na mamada da madrugada, às 4h...
Essa é a que usamos dentro da bolsinha de tecido...
Hoje, Analu está com 3 meses e 3 semanas e não tem mais cólicas! Ela parou de tomar o Colikids com 3 meses e 1 semana, quando acabou o frasco e não compramos mais. Eu trouxe 2 frascos de Colic Calm dos EUA e, ela só consumiu 1. Estou com o outro sobrando.

Espero que as dicas ajudem! Mas, só usem medicação de acordo com o pediatra, ok?!
Beijosssss

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por deixar um recadinho e fazer essa blogueira feliz!